Deputado do PSD defende rendeiros da Hde. dos Machados

Deputado do PSD defende

O deputado do PSD eleito por Beja espera que o Estado assuma os compromissos “de palavra de honra” estabelecidos com os rendeiros da Herdade dos Machados (Moura).
Mário Simões foi o representante do grupo parlamentar laranja na audição, em sede de Comissão de Agricultura, da Comissão de Rendeiros da Herdade dos Machados, defendendo na ocasião que a “palavra é uma escritura selada com um aperto de mão”.
“Foi isso que Sá Carneiro fez quando em 1980, como primeiro-ministro entregou parcelas de terra da Herdade dos Machados aos agricultores, tendo afirmado na altura ‘que estas parcelas de terras são para os agricultores, para os seus filhos e para os seus netos’”, lembrou o deputado do PSD, considerando que “o Estado é pessoa de bem e que os acórdãos e compromissos de ‘palava de honra’ devem ser para cumprir”.
Nesse sentido, Simões espera que o assunto seja, “de uma vez por todas”, resolvido juridicamente, “com bom senso” e tendo em conta “os superiores interesses dos agricultores rendeiros e suas famílias”.
Comprometendo-se a diligenciar junto do Ministério da Agricultura uma solução para o caso, Mário Simões defende que seja dada a possibilidade “de compra de terra ou de regularização contratual de arrendamento rural” em termos que não voltem “a causar constrangimentos em nenhuma das partes”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima