Água “junta” Baixo Alentejo à região do Algarve

Água “junta” Baixo Alentejo à região do Algarve

A empresa Águas Públicas do Alentejo (AgdA) deverá desaparecer e integrar uma única empresa que juntará municípios do Baixo Alentejo e do Algarve.
A decisão já foi aprovada pelo Governo e anunciada por Manuel Frexes, administrador da Águas de Portugal (AdP).
José Maria Pós-de-Mina, presidente da Associação de Municípios para a Gestão da Água Pública (AMGAP), que, junto com a AdP, integra a Águas Públicas do Alentejo (AgdA), disse que a reestruturação “não deverá abranger” a empresa, que “tem uma natureza jurídica diferente das outras”.
“Enquanto as outras empresas do grupo AdP são sistemas multimunicipais, a AgdA resulta de um sistema de parceria pública”, alertou.
Confrontado com a medida, o presidente da Câmara de Almodôvar, António Sebastião, avisa que esta decisão não pode causar prejuízos aos consumidores dos municípios alentejanos que integram a AgdA nem pôr em causa os investimentos aprovados.
“Os consumidores da Associação de Municípios para a Gestão da Água Pública não podem ser prejudicados por esta decisão e os investimentos previstos no contrato de parceria têm de ser realizados no tempo contratualizado”, declarou o autarca social-democrata em declarações ao “CA”.
Sebastião avisa ainda que estes aspectos “devem ser salvaguardados” e, por outro lado, advoga que será necessário uma análise cuidada mas, para já, ressalva que ainda não existem “elementos suficientes” para o fazer.

<b>MAIS INFORMAÇÃO NA EDIÇÃO DE 8 DE JUNHO DO “CORREIO ALENTEJO”, JÁ NAS BANCAS</b>

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima