Pequeno-almoço: a refeição mais importante do dia

Quinta-feira, 17 Setembro, 2020

Manuela Nona

Nutricionista

O pequeno-almoço ou dejejum significa “quebrar o jejum após o período longo de sono”, durante o qual os níveis de energia descem de forma significativa. Por isso, deve ser completo, equilibrado e variado para fornecer energia e nutrientes essenciais logo nas primeiras horas do novo dia.
Várias são as razões para se tomar um bom pequeno-almoço, para além de consumir mais nutrientes essenciais e necessários para um corpo e estilo de vida saudáveis, melhora o rendimento cognitivo e a concentração, evita a fraqueza no final da manhã e reduz o apetite para o almoço, contribuindo para uma distribuição alimentar e calórica mais saudável e equilibrada ao longo do dia. É ainda um excelente momento para comer em família antes de sair de casa, que para além do convívio, alguns estudos demonstraram que as crianças que consomem esta refeição em família tomam pequenos-almoços mais saudáveis e nutritivos.
Todos beneficiam em tomar o pequeno-almoço pouco tempo após acordar. No entanto as crianças e adolescentes, por se encontrarem numa fase de grande crescimento e desenvolvimento, não devem ser privadas desta importante refeição.
Não tomar o pequeno-almoço pode ter várias consequências, que se manifestam de diferentes formas. No entanto, os idosos, devido à sua maior fragilidade, e os diabéticos, devido à natureza da doença, devem ter sempre o cuidado de tomar um bom e equilibrado pequeno-almoço, sob pena de poderem ter alguns problemas, como por exemplo: hipoglicémias; mal-estar e má disposição geral, impaciência e agressividade, dores de cabeça, entre outras.
As pessoas que por norma não têm apetite ou dizem não conseguir comer logo após acordar, não se deve forçar, sendo mais aconselhável estimular gradualmente o apetite em dias ou semanas consecutivos. Nestes casos deve-se começar por consumir alimentos leves, ao gosto de cada um e em pequenas quantidades, aumentando-se gradualmente os alimentos e as suas quantidades.
Um bom pequeno-almoço deve contar sempre com uma fonte de hidratos de carbono e fibra, como por exemplo, pão integral, cereais pouco açucarados, ou bolachas pouco açucaradas; uma fonte de proteínas de alta qualidade como o leite, o iogurte ou o queijo, e uma fonte de vitaminas e minerais, como a fruta. Assim, veja alguns exemplos de pequenos-almoços saudáveis:
. Pão integral com um pouco de manteiga, um copo de leite meio-gordo e um Kiwi (220Kcal)
. Cereais de pequeno-almoço pouco açucarados, com leite meio-gordo, e fruta (240Kcal)
. Iogurte natural, fruta variada, bolacha do tipo Maria (220Kcal)
Não se esqueça, tome sempre um pequeno-almoço completo, variado e equilibrado, revitalize a sua energia antes de sair de casa!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Em Destaque

Últimas Notícias

Role para cima