Urgências de Castro sem equipamento de radiologia

Urgências de Castro sem

O equipamento de Radiologia do Serviço de Urgência Básica (SUB) de Castro Verde está avariado há cerca de dois meses, denuncia o Bloco de Esquerda (BE) local em comunicado enviado ao “CA”.
De acordo com os bloquistas, a situação causa “grave prejuízo para os utentes”, sendo “incompreensível uma avaria tão prolongada dum equipamento imprescindível como meio complementar de diagnóstico numa unidade de urgência aberta 24 horas por dia, servindo os concelhos de Castro Verde, Aljustrel, Almodôvar, Ourique e Mértola”.
“O encerramento do serviço de radiologia tem custos elevados, com riscos e incómodos para doentes por vezes em situações traumáticas, obrigados a deslocar-se para Beja ou Aljustrel e, no caso das consultas, desviados para o sector privado”, acrescenta o BE, vincando que “este caso é mais uma consequência da política de cortes e cativações na saúde, por opção política do Governo PS, que sacrifica o investimento nos serviços públicos à redução do défice”.
O Bloco de Esquerda diz estranhas “o silêncio” da Câmara de Castro Verde “ao fim de mais de dois meses de inactivação do serviço de radiologia do SUB, exigindo respostas e soluções urgentes por parte da administração da ULSBA e do Ministério da Saúde”.
Contactada pelo “CA”, a Câmara de Castro Verde não quis fazer qualquer comentário sobre o assunto.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima