Tribunal de Contas: ULSBA em “falência técnica”

Tribunal de Contas: ULSBA em “falência técnica”

No final do ano de 2016 a Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA) “encontrava-se em falência técnica”, revela o relatório do Tribunal de Contas (TdC) sobre a auditoria financeira ao exercício de 2016 da instituição. Como lhe conta o “CA” na edição desta sexta-feira, 8, o TdC formulou “um juízo desfavorável” sobre as contas de 2016 da ULSBA, então gerida pela administração liderada pelo Governo PSD/CDS e liderada por Margarida Silveira, “em consequência das distorções e desconformidades materialmente relevantes detectadas nas demonstrações financeiras e no processo de relato financeiro”.
De acordo com o TdC, no final de 2016 a ULSBA “encontrava-se em falência técnica”, apresentando “capitais próprios negativos” de menos 16,3 milhões de euros e uma dívida a fornecedores “de cerca de 17,3 milhões de euros”.
Perante este quadro, o Tribunal de Contas recomenda ao ministro das Finanças “o reforço do capital estatutário” da ULSBA, “de modo a retirar a entidade da situação de falência técnica”.
É ainda recomendado, mas ao actual conselho de administração da ULSBA, que sejam implementadas “medidas adequadas a suprir os erros e as falhas nos elementos das demonstrações financeiras e no processo de relato financeiro e as deficiências do sistema de controlo interno detectadas”.

MAIS INFORMAÇÃO NA EDIÇÃO DE 8 DE FEVEREIRO DO “CA”, JÁ NAS BANCAS

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima