Projecto internacional na zona do Alqueva

Projecto internacional

O empreendimento do Alqueva serviu de base para a demonstração operacional de um novo projecto internacional visando a detecção de fugas de água em grandes redes de distribuição a partir da vigilância com aviões tripulados e drones.
Trata-se do projecto “H2020 WADI”, que segundo a EDIA desenvolveu “um conceito inovador para detecção de fugas de água nestas redes” através da metodologia WADI, que “consiste na utilização acoplada de dispositivos ópticos de monitorização remota, instalados em plataformas aéreas complementares (aviões e drones)”.
“Esta metodologia permite uma monitorização precoce das fugas de forma precisa, mesmo em sistemas de difícil acesso, sendo uma alternativa mais eficiente e barata aos métodos locais disponíveis e mais fiável do que a detecção por satélites”, explica a EDIA.
De acordo com a empresa do Alqueva, a aplicação deste sistema “vai permitir aumentar a eficiência do uso da água”, sendo que a demonstração operacional do mesmo teve lugar no empreendimento do Alqueva.
“A plataforma aérea voou sobre três áreas com alto potencial de humidade do solo, para detecção de várias fugas de água criadas artificialmente, validando o procedimento de detecção. Os dados das campanhas WADI foram já processados e já validados para a determinação de comprimentos de onda optimizados para detecção de fugas. O resultado é uma série de mapas de diferentes indicadores que permitem revelar a presença de água”, conclui a EDIA.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima