Patrícia Marques e Bruno Paixão vencem nas “Brisas do Atlântico”

Os atletas Patrícia Marques e Bruno Paixão foram os grandes vencedores da meia-maratona das “Brisas do Atlântico”, evento desportivo multidisciplinar que a Câmara de Odemira promoveu, na passada sexta-feira, 10, entre as localidades de Longueira e de Zambujeira do Mar.

Na prova de 21 kms, Patrícia Marques, do Clube Desportivo Areias de São João (CDASJ), foi a mais rápida em seniores femininos (com a odemirense Ana Lourenço a ser segunda classificada), enquanto no setor masculino triunfou Bruno Paixão, do Beja Atlético Clube (BAC), sendo Carlos Papacinza, do Núcleo Desportivo e Cultural de Odemira (NDCO) terceiro classificado.

No escalão de veteranos venceram, entre as senhoras, Ana Isabel Ângelo (Barrancos FC) em Veteranas F1, Veronica Scutaru (GDRC Ponterrolense) em Veteranos F2 e Lucília Soares (Ingleses FC) em Veteranas F3.

Na competição masculina os vencedores foram Pedro Arsénio (BAC) em Veteranos 1, João Constantino (CDASJ) em Veteranos 2, Luís Rações (CAVF – Clube de Atletismo de Vale Figueira) em Veteranos 3, Mário Pinela (NDCO) em Veteranos 4, Eugénio Neto (GD Recreativo da Reboleira) em Veteranos 5, António Pulquério (BAC) em Veteranos 6 e Aires Pratas (CAVF) em Veteranos 7.

Ainda na prova de corrida das “Brisas” de 2022, venceram também António Pessoa (Ingleses FC) na categoria de Amblíopes, Joaquim Machado (Ingleses FC) na categoria Invisuais, e Eduardo Bacalhau (Porminho) em Cadeira de Rodas.

Já na prova de Run & Bike, a vitória pertenceu à dupla composta por João Rebelo e Fábio Faustino, do Vasco da Gama de Sines, seguidos de Rui Gonçalves e Emanuel Diogo (da Repsol Triatlo), que foram segundos, e por Alexandre Pimpão e João Silva (NAR Messejana), que garantiram a terceira posição.

Finalmente, na prova de estafetas, triunfou a equipa dos Ingleses FC, composta por Hugo Gil Sen, Mohamed Saliou, Paula Martins e Pedro Guimarães. Em segundo lugar ficou o Beja Atlético Clube (com carlos Alves, Carla Alexandre, Luís Batista e Nuno Renato) e em terceiro o NDCO (com Licínio Matos, Peter Knight, Solange Guerreiro e Ângelo Dias).

A edição de 2022 das “Brisas do Atlântico”, que regressaram após dois anos de ausência devido à Covid-19, contaram ainda com provas de Patinagem na vertente competitiva e de cicloturismo, BTT, orientação e pedestrianismo na vertente de lazer.

Promovido pela autarquia odemirense, o evento teve como “missão” financiar causas/projetos desenvolvidos por associações e instituições do concelho “que promovam benefícios sociais para a comunidade”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima