Passageira em “pânico” causou queda de avioneta em Beja

Passageira em “pânico” causou

O “pânico” sentido pela passageira de 14 anos na hora da descolagem acabou por provocar a queda da avioneta no acidente registado dia 1 de Janeiro no Aeródromo de Beja.
A conclusão é do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves (GPIAA), que no relatório sobre o sinistro divulgado publicamente no final desta semana refere que “durante a corrida para a descolagem”, a jovem de 14 anos “entrou em pânico “devido ao ruído, vibrações e poeira” na pista de terra batida, acabando por “puxar o manche” (comando) do avião.
Surpreso com a situação, o piloto “puxou o manche para a esquerda”, acabando a aeronave por perder “altura e sustentação”, incendiando-se após embater na pista, acrescenta o relatório do GPIAA.
Estes pormenores foram revelados aos inspectores do GPIAA pelo próprio piloto.
Recorde-se que a queda da avioneta no Aeródromo Municipal de Beja ao fim da tarde de 1 de Janeiro provocou ferimentos graves ao piloto, de 66 anos, enquanto a passageira, de 14 anos, conseguiu sair da aeronave pelo próprio pé.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima