"Palavras Andarilhas" fazem de Beja a "cidade dos contos"

"Palavras Andarilhas" fazem

Cerca de 50 contadores de histórias, mediadores de leitura e escritores vão transformar Beja na "cidade dos contos" durante a 13ª edição das "Palavras Andarilhas".
A iniciativa arranca esta quarta-feira 27, e prolonga-se até domingo, 31, sendo que os convidados, oriundos de Portugal, Brasil, Colômbia e Espanha, vão participar nas acções integradas no encontro, como os tradicionais Encontro de Aprendizes do Contar e Festival de Narração, que vão decorrer sobretudo no Jardim Público de Beja.
Através do Encontro de Aprendizes do Contar, entre quinta-feira e sábado, durante o dia, sobretudo especialistas do conto vão ensinar a participantes inscritos práticas de animação de leitura e de narração oral em várias conferências, conversas e oficinas de formação.
Desde a passada quinta-feira e até sábado, como novidade este ano, as "Palavras Andarilhas" estão a "percorrer" freguesias rurais do concelho de Beja, através de sessões de contos, no âmbito da iniciativa "Contos de Largo em Largo".
Entre esta quarta-feira e domingo, a partir das 18h00, o "Palavras Andarilhas" abre-se ao público em geral com várias ofertas no Jardim Público, como o Mercado do Livro e, novidade este ano, a primeira Biblioteca de Livros de Pano do Mundo, a Livraria Mais Pequena do Mundo e a primeira Floresta de Sussuradores.
Exposições, sessões de contos, oficinas para pais e filhos, percursos lúdicos em torno da palavra, apresentações de livros e sessões de autógrafos com autores são outras ofertas para o público em geral.
A primeira noite do encontro, esta quarta-feira, será marcada pelo espectáculo "Spoken Word" de Tiago Gomes e Flak.
A "Noite dos Contadores Andarilhos", na quinta-feira, inclui o espectáculo "Quem quer ser Saramago?", pela Andante Associação Artística, e o "O Cante dos Contos", um percurso pelo centro histórico de Beja, durante o qual contadores e músicos vão cantar e ler textos do Nobel da literatura português José Saramago.
O percurso vai começar às 22h30 no Jardim Público e terminar no castelo de Beja, onde, a partir das 00h00, decorrerá uma roda de contadores e de contos, que marcará o arranque da Estafeta de Contos.
Após a primeira sessão em Beja, a estafeta sai para a rua em Outubro e os contos vão "andar de boca em boca" e percorrer várias bibliotecas, escolas e associações do país.
O Festival de Narração "Eu conto para que tu sonhes", um dos pontos altos do encontro, vai decorrer nas noites de sexta-feira e sábado, 29 e 30, com sessões de contos por contadores de Portugal e Espanha.
Luzia do Rosário, Vitória Gullon, Ana Sofia Paiva, a dupla Estupendo Inuendo, Ana Santos, Estrella Ortiz, Luís Carmelo, Avelino Gonzalez e Jorge Serafim são os contadores que participarão no festival, cujas duas noites começarão com um conto traduzido em Língua Gestual Portuguesa.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima