Novo PDM de Aljustrel é apresentado publicamente

Novo PDM de Aljustrel

O novo Plano Director Municipal (PDM) do concelho de Aljustrel já está em vigor e é apresentado publicamente esta quarta-feira, 25, às 17h00, na Biblioteca Municipal local.
Este documento apresenta uma “visão estratégica para o futuro” do concelho, revela ao “CA” o presidente da autarquia.
“Existe agora uma visão capaz de receber mais empresas para o concelho, o que se fez a partir das potencialidades da região e, sobretudo, do território do concelho de Aljustrel”, acrescenta Nelson Brito.
Considerando que a revisão do PDM “era indispensável”, o autarca socialista destaca que todo o processo foi feito de “forma muita aberta” com diversas entidades ligadas ao ordenamento do território, assim como com empresas (entre as quais a EDIA) e associações locais, levando também em linha de conta a estratégia da Agenda Local XXI.
O resultado final é um plano que já prevê a expansão das actuais zonas industriais e a criação de condições para o surgimento de novas áreas empresariais em Aljustrel (na saída Norte, vocacionada para a actividade mineira), São João de Negrilhos e Ervidel (ambas vocacionadas para as agro-indústrias ligadas ao regadio).
Também a norte do nó da A2, na Herdade da Mancoca, poderá nascer uma nova área empresarial.
“Queremos provocar mais riqueza para o território do concelho, permitindo que haja mais empregabilidade para os habitantes do concelho e por forma a trazer novas pessoas para Aljustrel”, justifica Nelson Brito.
O novo PDM de Aljustrel permitiu ainda o reordenamento das zonas de Reserva Ecológica Nacional e Reserva Agrícola Nacional e a criação de procedimentos de licenciamento mais céleres, no sentido de facilitar a vida aos investidores privados.
Finalmente, o plano também inclui o traçado da nova variante a Aljustrel, projecto há muito reclamado e que a Câmara de Aljustrel vai tentar concretizar nos próximos anos.
“Estamos hoje em condições de começar um trabalho de persistência e luta junto das entidades para a construção da tão ambicionada variante à malha urbana, porque o próprio PDM já a prevê. E era aqui que a história tinha precisamente de começar”, justifica Nelson Brito.
Tudo isto, conclui o autarca, faz com que hoje Aljustrel tenha “condições de excelência para ambicionar, no espaço de uma década, ter novas capacitações e continuar na senda do progresso e mais qualidade vida”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima