Grandes empresas do distrito de Beja em destaque no "Correio Alentejo"

Grandes empresas do distrito de Beja em destaque no "Correio Alentejo"

Em tempo de crise e austeridade, são vários os bons exemplos de dinamismo e sustentabilidade empresarial no distrito de Beja.
A prova surge no caderno "Grandes Empresas 2012", publicado esta sexta-feira, 12, junto com a edição de Outubro do "Correio Alentejo".
Ao longo da suas 16 páginas, é possível saber mais sobre as novas apostas da loja Continente em Beja ou ficar a conhecer por dentro o Grupo Cameirinha, um dos mais antigos do Baixo Alentejo.
A "robustez e dinamismo" da EMAS de Beja, a "qualidade do serviço" da firma José António Chícharo & Filho, a estabilidade da Caixa Agrícola de Aljustrel e Almodôvar e a tendência de crescimento do Grupo Biquímicos, sedeado em Aljustrel, também estão em destaque neste caderno especial.
No suplemento "Grandes Empresas 2012" pode também ler uma entrevista com o presidente do NERBE, que num olhar para o momento de crise admite que "os próximos dois anos serão com certeza muito complicados".
"Não há truques de magia e a solução é sempre trabalhar muito. As empresas têm de apostar em novos mercados, na inovação e na diferenciação. Não podem ficar de braços cruzados à espera que a crise passe", afirma Filipe Pombeiro.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima