Futuro do regadio debatido em Montes Velhos

Futuro do regadio debatido em Montes Velhos

São João de Negrilhos, no concelho de Aljustrel, recebe nesta quinta e sexta-feira, dias 15 e 16 de Novembro, uma série de iniciativas no âmbito das XI Jornadas Fenareg-Encontro Regadio 2018, integradas nas comemorações dos 50 anos do Roxo.
O encontro é promovido em parceria pela Associação de Beneficiários do Roxo (ABR) e pela Federação Nacional de Regantes de Portugal (Fenareg), com o apoio da Câmara de Aljustrel e da Junta de Freguesia de São João de Negrilhos, e servirão para fazer o balanço de meio século de regadio nesta zona, assim como lançar a discussão em torno do futuro do sector.
A iniciativa arranca nesta quinta-feira, 15, no Centro Sócio-cultural de São João de Negrilhos, sendo que na sessão de abertura, agendada para as 10h00, vão estar Nelson Brito (presidente da Câmara de Aljustrel), António Parreira (presidente da ABR) e José Núncio (presidente da Fenareg).
Depois, pelas 10h30, terá lugar uma sessão técnica para as associações de regantes apresentarem o trabalho que estão a desenvolver, enquanto pelas 11h45 vai decorrer a palestra “Modelo de Governança do Regadio: Gestão do regadio público na área de influência do EFMA”, onde será apresentado o estudo promovido pela Fenareg e pela Federação das Associações de Agricultores do Baixo Alentejo, visando a construção de propostas fundamentadas de modelos para a gestão futura do regadio público na área de influência de Alqueva.
Após o almoço, a partir das 15h00, a Fenareg irá dar a conhecer o seu contributo para o desenvolvimento de uma estratégia nacional para o regadio em 2050, numa sessão que contará com os comentários, entre outros, de Eduardo Oliveira e Sousa (presidente da Confederação dos Agricultores de Portugal) e dos deputados Pedro do Carmo (PS), Patrícia Fonseca (CDS-PP), Nuno Serra (PSD) e João Dias (PCP).
Para as 18h00 está prevista a sessão de encerramento e, pelas 20h00, um jantar, onde irá intervir Campeã da Mota, director dos Serviços do Regadio da DGADR, que irá falar sobre a evolução das obras de regadio público em Portugal, com uma atenção especial aos 50 anos do Roxo.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima