Companhia de teatro de Beja promove residências artísticas

A companhia de teatro Lendias d’Encantar (LdE), de Beja, vai promover em breve a realização de 30 residências artísticas, fruto de uma candidatura apresentada ao programa “Garantir Cultura”, já aprovada.

De acordo com a companhia, o projeto vai permitir a realização de 30 residências artísticas “com a duração de, aproximadamente, um mês” e visa “criar condições para o desenvolvimento de uma bolsa de residências artísticas a realizar no Alentejo”.

“Serão cerca de 30 [residências], destinadas a actores e bailarinos, em vários concelhos, a começar por Alvito e Aljustrel, extensíveis a outros seis Municípios. Algumas serão orientadas para criadores do espaço ibero-americano, uma das linhas de intervenção da LdE”, explica o diretor artístico da companhia, António Revez.

De acordo com o mesmo responsável, o projecto “tem especial interesse” para a LdE, “uma vez que permitirá apreciar e conhecer o trabalho de alguns criadores que, posteriormente, poderão vir a ser contratados, no decorrer de 2022”.

Por outro lado, algumas das residências a desenvolver basear-se-ão “na recolha de tradições e estórias de vida de interesse para a criação artística das LdE”, acrescenta António Revez.

O projeto da Lendias d’Encantar é igualmente, segundo o diretor artístico, o “assumir de um compromisso” da companhia “com a região, onde a realização das 30 residências tem, também, um carácter social e não apenas artístico”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima