O seu cão é feliz?

Quinta-feira, 17 Setembro, 2020

André Cláudio

veterinário

<b>O que é a felicidade canina? </b>De acordo com o dicionário, felicidade é um sentimento de contentamento, bem-estar, prazer ou boa sorte.
Para os cães, que têm o coração “aberto”, o contentamento e bem-estar são bem mais simples de alcançar – desde que saibamos o que precisam.

<b>Sinais de felicidade. </b>Cães satisfeitos dormem cerca de 8 a 10 horas por dia, maioritariamente à noite (ou de acordo com os horários dos donos). Acordam cedo e pensam em alimentar-se (pequeno-almoço, se quiser). Estão atentos, alerta, activos e procuram a atenção dos donos. Também interagem positivamente uns com os outros (no caso de haver mais do que um em casa).
Ao longo do dia, gostam de passear, brincar e ter actividades sociais. Dormem por breves períodos, roem ou entretêm-se com os seus brinquedos, exploram o jardim/quintal, socializam com outros cães ou pessoas. A actividade aumenta à medida que se aproxima o fim de tarde, com a excitação do regresso da família a casa e com as refeições. As interacções que se proporcionam nesta altura do dia são vividas com interesse e alegria. Os olhos brilham, as caudas agitam-se e as orelhas estão atentas. Ao serão, gostará de estar perto da família, deliciando-se com os momentos tranquilos e com o afecto que recebe. Muitos cães procuram a mão dos amigos, com o focinho, pedindo festas.

<b>Infelicidade. </b>Cães infelizes são criados através de más experiências, interacções inconsistentes com os seus proprietários, falta de exercício, rotinas instáveis ou falta de uso das suas capacidades de trabalho (por exemplo cães de caça ou cães pastores).
O que não devemos esquecer é que, sendo as nossas casas feitas para nos agradar, com móveis elegantes e aparelhos “high tech”, muitas destas coisas não dizem nada aos cães (talvez um sofá fofo, diga…). Temos de fazer o exercício de pensar como um cão e imaginar como é o dia dele ao longo das 24 horas. “Como seria a minha vida se levasse o dia inteiro sem nada para fazer? Como seria a minha vida se o meu dono mal olhasse para mim e nunca me levasse a fazer exercício?”, são algumas das perguntas que deve fazer-se e responder pelo seu cão.
Os sintomas do “síndrome do cão infeliz” podem ser dormir demais, apatia, comportamentos anormais e incómodos como ladrar excessivo, agressividade, destruição (como forma de chamar a atenção), comer em excesso e procurar a atenção dos donos de uma forma obsessiva e incómoda. Muitos tornam-se anti-sociais e não toleram outros animais ou pessoas.

<b>Passos para um cão feliz:</b>
– A maioria do cães são mais felizes se tiverem rotinas e souberem com o que podem contar.
– O exercício é um óptimo libertador de stress (para nós também). Os cães devem fazer pelo menos 20-30 minutos de exercício diário.
– A comida deve ser apropriada e ser fornecida a horas certas.
– A comunicação clara com os cães é essencial como meio para criar laços fortes cão-proprietário. Os cães devem aprender o significado de uma nova palavra todos os meses e pode esperar-se que adquiram um vocabulário de algumas centenas de palavras. Quanto melhor a comunicação, menor a confusão.
– Resolva com prontidão os problemas médicos que afligem o seu animal.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Em Destaque

Últimas Notícias

Role para cima