Faça o trabalho de casa para encontrar o criador certo

Quinta-feira, 17 Setembro, 2020

André Cláudio

veterinário

Os canis municipais ou associações protectoras oferecem para adopção quer cachorros quer cães adultos (raças puras ou mistas). Muitos desses animais foram descartados pelas razões mais levianas e estão prontos para entrar num novo lar, necessitando de pouca ou nenhuma adaptação. Outros apenas precisam de um novo começo e um pouco de treino. Estes animais merecem uma chance e as vantagens na sua escolha são muitas: bom cão, bom (ou nenhum) preço e um bom sentimento no coração.
No entanto, sou realista e tenho consciência que haverá sempre pessoas que desejam um cão de raça pura. Procuram um aspecto ou personalidade particular ou simplesmente não encontram o cão com que sempre sonharam num canil/associação.
Se vai comprar um cachorro de raça pura, deve encontrar um<b> bom criador</b>. Se não fizer este esforço, pode acabar a ter de lidar com um animal com problemas de saúde complicados ou problemas comportamentais provocados por má socialização ou más condições sanitárias (cachorros criados no meio da sua própria porcaria são muito mais difíceis de ensinar hábitos de higiene).
Leva tempo a encontrar um bom criador e mais tempo ainda até ele/a ter um cachorro para si. Criadores responsáveis não fazem dos seus reprodutores fábricas de cães: planeiam as suas ninhadas cuidadosamente e costumam ter listas de espera para os seus cachorros.
Contacte associações de criadores da raça que pretende e peça referências dos criadores associados. Quando encontrar um criador, faça muitas perguntas e espere muitas outras de volta. Não é nada pessoal: os bons criadores preocupam-se com os seus cães e querem que eles vão para o melhor lar possível e alguns vão mesmo buscá-los a casa dos compradores se suspeitarem que não estão bem tratados.
Pergunte acerca da raça (as coisas boas e más) e o que consideram ser os pontos fracos e fortes dos cães que criam. Pergunte quais são os defeitos congénitos mais comuns na raça (quase todas os têm), certificados de saúde dos pais, como fazem a socialização dos cachorros e peça um contrato de compra/venda que preveja o que acontecerá se o cachorro que comprar tiver problemas de saúde.
Quando todos estes requisitos forem preenchidos satisfatoriamente, dirigir-se-á a casa com o que mais desejou: um cachorro saudável, bem sociabilizado e com a promessa de se transformar num companheiro excelente – e um criador que estará disponível às suas questões o resto da vida do seu animal.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Em Destaque

Últimas Notícias

Role para cima