Câmara de Beja reduziu dívida em seis milhões de euros

Câmara de Beja reduziu dívida em seis milhões de euros

Três anos depois de acabar com o domínio comunista de 33 anos na Câmara de Beja, o executivo PS alega que já reduziu em "cerca de seis milhões de euros" a dívida do Município "herdada" da anterior equipa CDU.
Quando o executivo PS tomou posse, em Outubro de 2009, a dívida total do Município, entre dívidas de empréstimos e a fornecedores, era de "cerca de 34 milhões de euros" e, em Setembro deste ano, era de "28 milhões de euros", disse à Agência Lusa o presidente da Câmara de Beja, Jorge Pulido Valente.
Em três anos de mandato, apesar da redução das receitas e dos cortes nas verbas do Orçamento do Estado, o executivo conseguiu reduzir a dívida em "cerca de seis milhões de euros", o que é "bastante significativo" em tempos de crise, frisou.
O executivo PS faz um balanço "bastante positivo" dos três anos de mandato, "apesar de todas as contrariedades e de todos os obstáculos" por parte do Governo e da oposição municipal da CDU, que "adoptou uma estratégia de terra queimada, não ajudando a resolver, mas sim procurando criar novos problemas".
Segundo o autarca, o executivo conseguiu "equilibrar" a autarquia "em termos financeiros", reorganizar e modernizar os serviços e realizar intervenções a vários níveis, sobretudo no âmbito da "aceleração económica" e da melhoria da qualidade do concelho.
"Herdámos uma câmara com uma dívida pesadíssima e, sobretudo, com uma estrutura de despesa muito acima da estrutura da receita", mas, graças a medidas adoptadas pelo executivo PS, a Câmara de Beja já atingiu "o ponto de equilíbrio financeiro", disse.

<b>MAIS INFORMAÇÃO NA EDIÇÃO IMPRESSA DO "CORREIO ALENTEJO", DE REGRESSO ÀS BANCAS ESTA SEXTA-FEIRA, 12 DE OUTUBRO</b>

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima