CIMAL exige mais apoio para passes rodoviários

CIMAL exige mais apoio

A Comunidade Intermunicipal do Alentejo Litoral (CIMAL) espera que o Governo possa reforçar a verba destinada à região para financiar os passes rodoviários, no sentido destes não excederem o valor de 40 euros.
A reivindicação foi apresentada pelos municípios na reunião que mantiveram, nesta quarta-feira, 26, no Ministério do Ambiente, com o secretário de Estado da Mobilidade, Eduardo Pinheiro.
Em comunicado, a CIMAL revela que foi colocado ao Governo “o problema da possibilidade de ruptura financeira, por parte dos cinco municípios que integram a Comunidade Intermunicipal do Alentejo Litoral, pelo facto de se encontrarem a financiar o operador Rodoviária do Alentejo, neste período de pandemia”.
De acordo com a CIMAL, e para “benefício das populações”, os cinco municípios “têm vindo a garantir, através de transferências financeiras para a Rodoviária do Alentejo, os passes mensais cujo valor não ultrapassa os 40 euros”.
Perante esta exigência, adianta a CIMAL, “o Governo informou que dos 94 milhões de euros que tem disponíveis no Orçamento Suplementar, para apoiar os défices das operações de transportes públicos, o Litoral Alentejano, através da CIMAL, só terá direito a 50 mil euros”.
“De acordo com o governante, não existem condições para reforçar a verba, dado que a distribuição já se encontra aprovada. Também foram informados que a esmagadora maioria da verba será transferida para as áreas metropolitanas de Lisboa e Porto”, acrescenta a CIMAL.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima