Castro Verde participa na campanha “Um dia pela vida”

Castro Verde participa na

Ajudar a uma mudança na atitude da comunidade e de cada um face ao cancro, educar e informar a população sobre a doença e angariar fundos para os programas de prevenção da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC): são estes os objectivos que movem a equipa “Girassol”, de Castro Verde, que junta cerca de centena e meia de voluntários em torno do projecto “Um Dia pela Vida”.
Depois de ter participado na iniciativa da LPCC em 2005 e 2012, a equipa “Girassol” de Castro Verde acabou “renascer” em 2018, cativando desde logo muitos voluntários. “Mal iniciamos as inscrições foram surgindo mais e mais pessoas com vontade de participar e surgiu uma grande equipa ‘Girassol’”, explica ao “CA” a enfermeira Cristina Raimundo, uma das responsáveis pela equipa.
De acordo com esta responsável, são oito as equipas que fazem parte da iniciativa em Castro Verde. “Funcionamos como uma equipa gigante e organizamos as diversas actividades em conjunto”, diz Cristina Raimundo, explicando que as equipas têm ser formadas por um mínimo de oito elementos. “Em Castro Verde temos oito equipas inscritas que funcionam como uma grande equipa”, acrescenta.
Desde Fevereiro que a equipa “Girassol” tem vindo a dinamizar em Castro Verde diversas actividades, nomeadamente a venda de merchandising da LPCC e de produtos locais oferecidos pela comunidade e por cada elemento da equipa nos diversos eventos locais, assim como uma Noite de Fados.
De acordo com esta responsável, a equipa “Girassol” conta com o apoio “de toda a população do concelho de Castro Verde, bem como de todas as entidades locais, autarquia, juntas de freguesia e outras instituições”. Um trabalho de voluntariado onde os resultados são visíveis.
“Sentir que, em cada dia, em cada actividade, em cada conversa, contribuímos para que mais pessoas conheçam este projecto, falem de cancro, pensem na prevenção e na detecção precoce, torna-nos mais fortes”, diz Cristina Raimundo, crente que este empenho terá continuidade além de 16 de Junho, dia em que o projecto “Um dia pela Vida 2018” chega ao fim na cidade de Beja. “Temos a certeza de que a nossa vontade de continuar nesta luta não vai parar e iremos ficar com uma equipa mais forte para novas participações”, conclui.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima