Vidigueira: Paulo Laureano quer aumentar exportação de vinhos em 70 por cento

Vidigueira: Paulo Laureano quer aumentar exportação de vinhos em 70 por cento

O crescimento das exportações para 70 por cento e a abertura de novos mercados, sobretudo em África, são apostas para este ano do produtor vitivinícola alentejano Paulo Laureano Vinus, que lançou segunda-feira, 30, o seu primeiro azeite.
A empresa, baseada no concelho de Vidigueira, passou de uma produção inicial de “cinco mil garrafas anuais” para, actualmente, “um milhão de garrafas”, ao fim de 12 anos de presença no mercado.
Desta produção, “65 por cento” já é encaminhada para a exportação, adiantou o enólogo e empresário Paulo Laureano, assumindo que quer fechar 2011 “nos 70 por cento ou um pouco mais” de comercialização nos mercados externos.
A facturação, no ano passado, rondou os “2,7 milhões de euros” e Paulo Laureano, apesar de frisar que a empresa não pretende descurar o mercado nacional, já minoritário nas vendas, garantiu que a aposta passa pelas exportações.
O mercado dos vinhos, hoje em dia, lembrou, “é global e é fundamental estar nos mercados externos” porque o português, embora mais exigente, “está a estreitar”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima