Somincor suspende ZEP devido ao Covid-19

Somincor suspende ZEP

A Lundin Mining, proprietária da Somincor, decidiu suspender temporariamente o Projecto de Expansão do Zinco (ZEP) nas minas de Neves-Corvo, no concelho de castro Verde, como medida de prevenção em virtude do surto de coronavírus Covid-19 em Portugal.
“Suspendemos as actividades do ZEP para reduzir o risco para as nossas comunidades locais, funcionários e contratados”, justifica a presidente e CEO da Lundin Mining.
Em comunicado enviado ao “CA”, Marie Inkster revela que o facto do projecto do ZEP contar com muitos funcionários contratados que viajam de outros pontos de Portugal e até do estrangeiro faz com que exista o risco de o vírus poder “ser trazido para a região do Alentejo” por essas pessoas.
“A saúde e a segurança das nossas comunidades locais, funcionários e prestadores de serviços são de extrema importância, por isso tomámos esta decisão para reduzir os riscos para eles e reduzir o risco de perturbações significativas na actividade”, frisa a responsável, adiantando que a Lundin Mining está já a avaliar os impactos da suspensão temporária do projecto em termos de cronograma e orçamento, fazendo uma actualização do mesmo “assim que as avaliações forem concluídas”.
A par da suspensão do ZEP, a Lundin Mining decidiu ainda implementar mais medidas de prevenção, nomeadamente o cancelamento de todas as viagens não urgentes dos seus trabalhadores.
Também os colaboradores que tiveram contacto com alguém a quem foi diagnosticado o vírus Covid-19, bem como aqueles que viajaram internacionalmente, foram instruídos a ficar em casa por 14 dias, independentemente de apresentarem ou não sintomas.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima