Pulido Valente acusa Rodeia Machado de usar Bombeiros de Beja para "arremesso político"

Pulido Valente acusa Rodeia Machado de usar Bombeiros de Beja para "arremesso político"

“Um perfeito disparate”. É desta forma que o presidente da Câmara de Beja, Jorge Pulido Valente, reage às recentes críticas que lhe foram endossadas pelo presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da cidade, acusando Rodeia Machado de estar a utilizar a instituição como “arma de arremesso político”.
Em entrevista publicada na edição de Outubro da revista “30 DIAS”, já nas bancas, Rodeia Machado admite a possibilidade de ser candidato à Câmara bejense em 2013, ao mesmo tempo que não poupa nos reparos ao trabalho do executivo liderado por Pulido Valente, que define como “uma decepção”.
Para Pulido Valente, as declarações de Rodeia Machado são “um perfeito disparate”, o que leva o autarca bejense a acusar o dirigente associativo e militante do PCP de estar “a utilizar os bombeiros como arma de arremesso político-partidário contra o actual executivo”, dado ser um “potencial candidato à Câmara de Beja nas próximas autárquicas”.

<b>LEIA A NOTÍCIA NA ÍNTEGRA NA EDIÇÃO DE 30 DE SETEMBRO DO "CORREIO ALENTEJO", JÁ NAS BANCAS</b>

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima