PS do Baixo Alentejo alerta Governo para carências na Saúde

O presidente da Federação do Baixo Alentejo do PS considera que a região “continua a sofrer de uma carência ao nível dos serviços de saúde”, tendo transmitido isso mesmo aos secretários de Estado da Defesa e da Saúde, Jorge Seguro Sanches e António Lacerda Sales, respectivamente, durante a visita que os dois governantes realizaram esta sexta-feira, 27, a Beja.
Segundo adianta Nelson Brito ao “CA”, “o Baixo Alentejo continua a sofrer de uma carência ao nível dos serviços de saúde, que o coloca em desvantagem face a outros territórios, sendo este um factor de vulnerabilidade das populações e um elemento negativo ao nível da atractividade do território, que importa corrigir com a maior urgência”.
Nesse âmbito, o líder socialista manifestou aos dois secretários de Estado a sua preocupação com a “carência de médicos internos nos vários concelhos, médicos especialistas e internos no Hospital José Joaquim Fernandes e médicos de Saúde Pública, com a agravante da sua preponderância no momento de pandemia com que estamos confrontados”.

“O Baixo Alentejo continua a sofrer de uma carência ao nível dos serviços de saúde, que o coloca em desvantagem face a outros territórios.”

Nelson Brito | presidente da Federação do Baixo Alentejo do PS

Nelson Brito exigiu ainda um “compromisso ao Governo” relativamente à “execução da segunda fase das instalações do Hospital Distrital de Beja”, assim como a “correspondência do aumento assumido pelo Governo em matéria de utentes de cuidados continuados com as necessidades do território, nomeadamente de média e longa duração, cuidados paliativos e demência”.
O presidente do PS do Baixo Alentejo enalteceu igualmente “o trabalho efectuado pelos profissionais de saúde, da segurança social, dos bombeiros e forças policiais, militares e de protecção civil, das instituições sociais, autarquias, do centro ABC, na prevenção e combate à pandemia no distrito de Beja”.
Por fim, Nelson Brito reconheceu “a validade dos investimentos nas unidades de cuidados intensivos e no serviço de consultas externas do Hospital José Joaquim Fernandes, como factores de reforço dos serviços a prestar aos cidadãos”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

DECO promove atendimento em Odemira

Esclarecer dúvidas sobre os direitos do consumidor em diversas áreas é o grande objetivo das sessões gratuitas de atendimento que a DECO – Associação Portuguesa

Role para cima