PS de Beja acusa CDU de "falta de união e consistência estratégica"

PS de Beja acusa CDU de "falta de união e consistência estratégica"

A Federação do Baixo Alentejo (FBA) do PS acusa a CDU do distrito de revelar nos últimos tempos "falta de união e de consistência estratégica".
Em comunicado, os socialistas dão nota da sua "preocupação" por algumas "recentes posições espúrias provindas de autarcas da CDU", nomeadamente do presidente da Câmara de Vidigueira, Manuel Narra, que na óptica do PS tem vindo a colocar "em causa a participação de todos os municípios em entidades associativas intermunicipais".
As críticas do PS estendem-se também ao autarca de Barrancos, António Tereno, lembrando que este "veio declarar publicamente que deseja ver o líder do PSD em primeiro-ministro".
"Estas posições denotam uma grande falta de união e de consistência estratégica de entre os autarcas da CDU e um resvalar para posições de preferência e alinhamento tácito com as forças de direita", acrescenta o comunicado da Federação baixo-alentejana do PS.
No mesmo documento, os socialistas bejenses recordam o recentemente falecido Rui Sousa Santos, sublinhando que este "teve uma participação relevante na vida cívica e política e deu importantes contributos para a actividade e afirmação dos valores do PS".
A fechar, o comunicado deixa a garantia de que o PS do Baixo Alentejo "vai reforçar a sua actividade em vista das eleições presidenciais que se avizinham", exortando "todos ao apoio à candidatura de Manuel Alegre, que se apresenta imbuída dos mais elevados valores da solidariedade e do progresso".

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima