PS critica CM Castro Verde por não baixar IRS no concelho

PS critica CM Castro Verde

O PS critica a maioria CDU na Câmara de Castro Verde por esta ter chumbado uma proposta que previa a redução do valor do IRS a ser pagos pelos cidadãos do concelho em 2014.
A proposta foi apresentada esta quarta-feira, 27, pelos vereadores socialistas em reunião de Câmara e previa que a taxa variável a que a autarquia tem direito no valor do IRS liquidado na área do Município fosse de dois por cento, mas a maioria CDU acabou por aprovar a taxa máxima de cinco por cento.
“Ao apresentarem a proposta, os eleitos do PS pretendiam que o Município mostrasse um sinal concreto de sensibilidade social e política, contribuindo objectivamente para diminuir a carga fiscal que atinge as famílias de Castro Verde, nomeadamente as que foram muito afectadas pelo brutal aumento de impostos decidido pelo Governo PSD/ CDS”, explica ao “CA” o vereador António José Brito.
O eleito socialista vai mais longe e assinala que “a mesma CDU que critica o Governo de direita por aumentar impostos e defende um alívio da carga fiscal, quando tem oportunidade de o fazer, como neste caso em Castro Verde, não só rejeita a proposta do PS para baixar os valores como impõe a cobrança do valor máximo que é possível”.
“Os eleitos do PS condenam com energia esta posição incompreensível e confiam que a população do nosso concelho percebe cada vez melhor que a CDU, em muitas áreas, apregoa uma coisa mas faz outra completamente diferente”, conclui António José Brito.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima