PS alerta para falta de médicos especialistas em dependências

PS alerta para falta de médicos

O deputado do PS eleito por Beja considera ser urgente serem tomadas medidas para combater “a curto prazo” a falta de médicos com formação específica para os comportamentos aditivos e as dependências na região.
O alerta de Pedro do Carmo surge depois do socialista ter reunido com os responsáveis pela Divisão de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências (DICAD) em Beja, João Sardica e Dinis Cortes, e ter visitado o Centro de Respostas Integradas, onde são realizadas consultas médicas, terapêuticas e de enfermagem a utentes com problemas de álcool, de outras substâncias psicoativas ou de novas adições sem substância.
Na opinião de Pedro do Carmo, “depois de quatro anos de desinvestimento no Serviço Nacional de Saúde, existe neste momento uma renovada atitude aposta na recuperação do tempo perdido em matéria da prestação universal de cuidados de saúde para todos e em todo o país”.
“No entanto, importa ter presente a urgência de serem tomadas medidas combater a curto prazo a falta de médicos com formação específica para os comportamentos aditivos e as dependências”, sublinha o eleito do PS, que realizou esta visita no dia em que foram iniciadas as consultas para adolescentes no Litoral Alentejano.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima