Prisão preventiva para um dos quatro homens detidos pela GNR em Cuba

Prisão preventiva para um dos quatro homens detidos pela GNR em Cuba

O Tribunal Judicial de Beja determinou este sábado, 25, a prisão preventiva de um dos quatro homens detidos pela GNR na sexta-feira na vila de Cuba, por suspeita de tráfico de droga, revelou fonte da força de segurança.
A mesma fonte adiantou à Agência Lusa que o tribunal determinou também, sábado à noite, que os outros três detidos ficassem sujeitos a Termo de Identidade e Residência (TIR), como medida de coacção, sendo que um deles ficou proibido de frequentar alguns locais na vila de Cuba.
Segundo a fonte da GNR, quatro homens, entre os 20 e os 26 anos, e uma mulher, de 23 anos, foram detidos na sexta-feira pela força de segurança em Cuba, por suspeitas de tráfico de droga e furtos.
A mulher foi constituída arguida e libertada por ordem judicial, de acordo com a fonte.
As detenções decorreram no âmbito de uma operação envolvendo 10 buscas domiciliárias, na quinta-feira e na sexta-feira, em Cuba e em Vila Real de Santo António.
A operação mobilizou, nos dois dias, perto de 40 militares do Comando Territorial de Beja da GNR.
"Esta operação foi realizada no âmbito de um processo-crime de tráfico de estupefacientes e furtos e foram efectuadas na quinta-feira e na sexta-feira, 10 buscas domiciliárias", adiantou.
Segundo a GNR, nove buscas decorreram na vila de Cuba, tendo a outra sido realizada em Vila Real de Santo António.
Os militares da Guarda apreenderam 8,05 gramas de haxixe, cocaína e heroína.
Além disso, foram apreendidos um veículo e 940 euros supostamente provenientes do tráfico de droga, tendo ainda os militares recuperado alguns dos objectos roubados "nos furtos a residências que são alvo da investigação".
Artigos em ouro, LCD e consolas de jogos são alguns desses materiais recuperados pela GNR.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima