PCP preocupado com carência de médicos

PCP preocupado com

Os deputados do PCP João Dias, Carla Cruz e Paula Santos questionaram o Governo, através do Ministério da Saúde, sobre a carência de médicos no Centro de Saúde de Aljustrel e na Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA).
Na pergunta dirigida à ministra Marta Temido, os três eleitos comunistas revelam ter recebido “queixas relativas à extensão de saúde de São João de Negrilhos, pertencente ao Centro de Saúde de Aljustrel, estando a extensão encerrada porque a médica que assegura as consultas de segunda a sexta feira está de baixa médica há várias semanas”.
“No caso do Centro de Saúde de Aljustrel, a situação é ainda mais preocupante por quanto dos seis médicos pertencentes ao mapa de pessoal do Centro de Saúde, três deles irão reformar-se nos próximos meses. Ora, num Centro de Saúde onde a carência de médicos é já um problema, a perspectiva de reforma de 50% dos seus médicos, implicaria a adopção de medidas atempadamente planeadas de recrutamento de novos médicos que permitisse substituir os médicos que se vão reformando, mas tal não se verificou”, acrescentam os deputados.
Nesse sentido, os eleitos do PCP querem saber se o Governo “tem conhecimento das necessidades de profissionais de saúde na ULSBA” e “quantos estão em falta nos cuidados de saúde primários da
ULSBA”.
Os comunistas questionam ainda sobre “que medidas vai ou está o Governo a tomar para responder à falta de profissionais de saúde na ULSBA”, se “tem o Governo conhecimento da necessidade de médicos no Centro de Saúde de Aljustrel” e “que medidas vai ou está o Governo a tomar para responder atempadamente à perspectiva de falta de médicos no Centro de Saúde de Aljustrel”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima