Parlamento aprova projetos para proteção do barranquenho

A Assembleia da República aprovou nesta sexta-feira, 17, por unanimidade, dois projetos de lei para a proteção e valorização do barranquenho, um apresentado pelos deputados do PS eleitos por Beja e outro pelo PCP, que vão agora baixar à Comissão Parlamentar de Cultura e Comunicação.

O projeto de lei do PS, que teve como primeiro subscritor Pedro do Carmo e que visa a “Proteção e Valorização do Barranquenho”, tem por base o Programa de Preservação e Valorização do Património Linguístico e Cultural de Barrancos, que tem vindo a ser desenvolvido pela Câmara de Barrancos, em conjunto com a Universidade de Évora.

Nesse sentido, o projeto de lei apresentado “sustenta que o Estado português deve reconhecer o direito a cultivar e promover o barranquenho, enquanto património cultural imaterial, instrumento de comunicação e de reforço de identidade da população de Barrancos, reconhecendo ainda o direito à aprendizagem do barranquenho, nos termos a regulamentar, em articulação com a autarquia local e o agrupamento de escolas”.

Já o projeto de lei do PCP, que pretende o “reconhecimento e proteção do barranquenho e da sua identidade cultural”, prevê a introdução do reconhecimento da identidade cultural, dos hábitos e costumes do povo, as tradições, a gastronomia e a memória de Barrancos.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima