Ourique inaugura centro interpretativo do porco

Ourique inaugura centro

A Associação de Criadores de Porco Alentejano (ACPA) inaugura este sábado, 22 de Março, no centro da vila de Ourique, o Centro Interpretativo do Porco Alentejano.
O novo espaço será às 15h00 e ambiciona ser, acima de tudo, uma “janela aberta” sobre o mundo do porco alentejano!
“O centro visa, sobretudo, promover e divulgar o mundo do porco alentejano em extensivo, que é totalmente criado no campo. No fundo, pretendemos que quem visite Ourique tenha um espaço onde possa perceber como é que esse processo produtivo se faz, quais são as suas fases, que raça é esta, quais as suas características, que produtos origina, o que é a certificação… Tudo para que as pessoas percebam que se trata de uma raça com características únicas”, explica ao “CA” o presidente da ACPA, Nuno Faustino.
Instalado no piso térreo da nova sede da ACPA, o Centro Interpretativo do Porco Alentejano representou um investimento de cerca de 18.500 euros, tendo tido uma comparticipação de 60% através do Programa de Desenvolvimento Rural.
O novo espaço ainda não tem horário de funcionamento definido, mas deverá estar de portas abertas das 9h00 às 19h00 de segunda a sexta-feira e aos fins-de-semana durante a Primavera e Verão.
Além de contar a “história” do porco alentejano, o centro irá também ter uma loja gourmet, onde os visitantes poderão adquirir presuntos e outros produtos derivados da raça, assim como vinho, azeite ou mel originários do concelho.
“Não é bem o intuito da ACPA ter um espaço para venda, mas queremos que seja possível às pessoas que visitem o centro comprarem produtos se assim o entenderem”, justifica Nuno Faustino.
Tudo isto leva o presidente da associação a reconhecer que o novo espaço vem por termo a uma carência há muito sentida na vila baixo-alentejana e que consolidasse o sei estatuto nacional de “Capital do Porco Alentejano”.
“Fazia falta um espaço como este centro, que é muito importante para a promoção e divulgação do porco alentejano e dos seus produtos”, conclui.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima