“Orçamento Participativo” arranca no concelho de Odemira

“Orçamento Participativo”

Já começou mais uma edição do “Orçamento Participativo” de Odemira, em que a população pode apresentar propostas para investimentos de interesse colectivo.
Contribuir para uma maior aproximação “entre as políticas públicas e os cidadãos”, assim como “potenciar o exercício da cidadania participada, activa e responsável”, são as metas da iniciativa promovida pela Câmara de Odemira, que vai integrar no seu orçamento de 2015 as propostas mais votadas, até um montante global de 500 mil euros.
Este ano o “Orçamento Participativo” apresenta algumas novidades, nomeadamente o valor máximo de cada proposta, que baixou de 200 para 125 mil euros.
Outra novidade será a possibilidade dos cidadãos votarem duas vezes, desde que os seus votos não incidam na mesma proposta ou freguesia.
O “Orçamento Participativo” é aberto a todos as pessoas com mais de 16 anos, residentes, trabalhadores ou estudantes no concelho de Odemira, assim como a representantes de organizações da sociedade civil.
A fase de apresentação de propostas arrancou neste mês de Abril e vai decorrer até final de Junho, seja através da página do “Orçamento Participativo” na Internet (em www.op-cm-odemira.pt) ou durante as assembleias participativas que a Câmara de Odemira vai promover nas diversas freguesias do concelho.
O período de votação das propostas decorrerá depois entre os meses de Outubro e Novembro, sendo que serão aprovadas as mais votadas e que no seu conjunto não ultrapassem o valor de 500 mil euros.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima