Novo projecto turístico avança em Milfontes

Novo projecto turístico

O empreendimento por concluir situado na avenida marginal de Vila Nova de Milfontes, com o rio Mira e a praia da Franquia pela frente, vai finalmente ganhar vida!
Depois de nove anos de embargo, o projecto da Cerca da Vitória vai finalmente avançar durante o ano de 2015, criando 30 novos apartamentos turísticos de três estrelas na localidade.
O projecto é da responsabilidade do empresário Vítor Pedro, de 77 anos, e tem um custo total estimado de quase três milhões de euros.
Inicialmente a ideia seria construir apartamentos para venda, mas a crise económica do país e o crescimento do sector do turismo na região levaram o promotor a optar pela vertente turística.
Os trabalhos de conclusão do empreendimento Cerca da Vitória, que ocupa uma área de 2.082 metros quadrados em dois lotes de terreno, devem ficar concluídos no prazo de um ano após o recomeço dos trabalhos.
Quando abrir, o projecto contará com 19 apartamentos T2 e mais 11 T0, além de 42 lugares de garagem, piscina e três lojas viradas para a praia.
Vítor Pedro conta que o projecto seja licenciado com celeridade pela Câmara de Odemira, depois de já ter recebido “luz verde” da Turismo de Portugal, que lhe atribuiu a classificação de três estrelas.
O projecto Cerca da Vitória esteve quase uma década embargado por ordem do Tribunal Administrativo e Fiscal de Beja, devido a alegadas desconformidades com o Plano Director Municipal.
Tal acabou por não se comprovar e o caso foi encerrado já este ano, tendo o juiz decidido que as licenças emitidas pela Câmara de Odemira há uma década fossem consideradas nulas por o promotor do investimento não ter feito a anexação prévia dos dois terrenos onde o empreendimento nasceu, tal como era obrigatório na altura.
De momento decorre um novo processo de licenciamento, que necessita de pareceres de diversas entidades, entre as quais a Protecção Civil.
Segundo apurou o “CA” junto da autarquia, tudo deve estar concluído durante o primeiro trimestre de 2015 e nessa altura a obra poderá recomeçar.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima