Manutenção de aviões Antonov em Beja

Manutenção de aviões

As futuras instalações da Aeroneo no aeroporto de Beja poderão vir a receber as operações de manutenção dos aviões comerciais Antonov que operam em África.
A operação está prevista no acordo de cooperação, assinado no final da passada semana em Kiev (Ucrânia), entre a empresa Aeroneo, a sua participada JetLease e o gigante da indústria aeronáutica Antonov.
Segundo apurou o “CA”, o protocolo prevê a cooperação entre as três empresas para a oferta conjunta de serviços aeronáuticos, assim como a manutenção dos aviões comerciais da Antonov que operam em África na unidade industrial que a Aeroneo vai construir no aeroporto de Beja.
A utilização do potencial tecnológico de Antonov para o desenvolvimento de novos produtos é outra das possibilidades previstas pelo acordo agora estabelecido.
Recorde-se que a futura unidade da Aeroneo no aeroporto de Beja deverá começar a funcionar em 2017 e criar, de início, 30 postos de trabalho. Já a Antonov é uma das principais construturas aeronáuticas mundiais, tendo construído aproximadamente 25 mil aeronaves.
Entretanto, em comunicado enviado ao “CA”, os vereadores socialistas eleitos na Câmara de Beja consideram que o acordo é “outro sinal inequívoco de que a estratégia iniciada com o executivo anterior do PS estava correcta” e que este “será um dos motores que a região precisa”.
“Lamentavelmente, da Câmara de Beja nada se consegue saber sobre o assunto, não sendo sequer possível saber se tem conhecimento deste importante passo para a região”, acrescenta o vereador Rui Marreiros.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima