Igreja de São Vicente (Évora) recebe mostra de 21 artistas

Igreja de São Vicente (Évora)

Obras de 21 artistas plásticos que têm algum tipo de relação com Évora dão corpo à exposição “Colecção Museu Bernardo & +”, que é inaugurada naquela cidade alentejana esta quarta-feira, 8, na Igreja de São Vicente.
A mostra, pertencente à Fundação Bernardo, estrutura de criação artística baseada nas Caldas da Rainha, vai estar patente ao público até 7 de Novembro, integrada nos Ciclos de São Vicente, promovidos em Évora pela Colecção B.
António Caramelo, Sara Costa Carvalho, João Fonte Santa, Pedro Amaral, Pedro Bernardo, Jorge Feijão, Filipe Feijão, Mafalda Santos, Miss Rabit, Garcia da Selva e Horácio Borralho são alguns dos artistas representados na exposição, indica a organização.
O público vai ainda poder apreciar trabalhos de Gustavo Sumpta, José Manuel Rodrigues, UiU, Gilles Kalisvaart, José Fonseca, Susana Borges, João Fragoso, Luís Nobre, Ivo Andrade e Tiago Mestre.
A iniciativa “reúne trabalhos de artistas plásticos que, de uma maneira ou de outra, fazem a ponte entre o centro de experimentação artístico que é a Fundação Bernardo e a cidade de Évora”, explica a Colecção B.
“É uma exposição muito importante porque mostra obras de artistas que têm uma relação com Évora, por serem naturais do concelho e já cá não viverem ou por regressarem ciclicamente ou por gostarem de Évora e trabalharem ou já terem trabalhado na cidade”, realça à Agência Lusa José Alberto Ferreira, da organização.
Segundo o mesmo responsável, por outro lado, a iniciativa “é representativa de uma certa geração das artes plásticas contemporâneas” em Portugal.
“Nas actuais circunstâncias, em que há muito pouco financiamento para a cultura e para os Ciclos de São Vicente, a realização desta exposição mostra que, apesar de todas as contrariedades, se pode e se deve continuar a apostar na cultura e na arte contemporânea”, frisa.
A exposição vai ser inaugurada em ambiente de festa, a partir das 18h00 e até às 24h00, com conversas e encontro com artistas, assim como um concerto com Garcia da Selva, projecto de Manuel Mesquita, “artista multifacetado e dotado de uma inesgotável força anímica”, divulga ainda a organização.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima