Festival de Curtas-Metragens de Évora com mais de mil filmes inscritos

Festival de Curtas-Metragens de

Mais de 1.000 filmes estão inscritos para a pré-selecção do Festival de Curtas Metragens de Évora (FIKE), cuja edição deste ano se realiza, entre 21 e 25 de Outubro, em Évora e Beja.
O certame, que vai na sua 12ª edição, é promovido pela Sociedade Operária de Instrução e Recreio (SOIR) Joaquim António de Aguiar e pelo Cineclube da Universidade de Évora, em parceria com as associações Estação Imagem e Lêndias d’Encantar.
Este ano, segundo a organização, foi inscrito, para a pré-selecção do festival, um total de 1.004 filmes, originários de 44 países, sendo a ficção a categoria mais concorrida, com 533 curtas-metragens.
Segue-se a categoria de documentário com 265 películas e animação com 179, existindo mais 27 filmes de outras categorias.
"Todos os filmes já foram visionados e este processo de pré-selecção está quase concluído. Chegámos a um número intermédio de cerca de 200", dos quais têm de ser ainda escolhidos "cerca de 40 para competir no festival", adianta à Agência Lusa o director do FIKE, João Paulo Macedo.
Um dos principais destaques da programação paralela à competição vai para uma master class sobre produção cinematográfica com Patrícia Casey, a produtora do primeiro filme dos Monty Python, "And Now for Something Completely Different", de 1971.
"É uma produtora que trabalha em Inglaterra e nos Estados Unidos há 45 anos", destaca João Paulo Macedo, referindo que Patrícia Casey "arriscou produzir" o primeiro filme do grupo britânico de comédia que hoje "são uma referência do humor mundial".
Tal como no ano passado, vai ser atribuído o Prémio D. Quixote, que será nomeado por um júri da Federação Internacional de Cine Clubes, cuja rede de festivais parceiros o FIKE integra desde 2003.
O festival conta com o apoio do Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA) e da Direcção Regional de Cultura do Alentejo, município e Universidade de Évora.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima