Empresa do Campo Pequeno gere Praça de Toiros de Estremoz

Empresa do Campo Pequeno

A Câmara de Estremoz cedeu à empresa do Campo Pequeno a exploração da praça de toiros da cidade, por "tempo indeterminado”, com o objectivo de receber espectáculos de “qualidade”.
Em declarações à Agência Lusa, o presidente do Município, Luís Mourinha, explica que o objectivo do acordo passa por receber, na praça de toiros, espectáculos com “qualidade”, uma vez que Estremoz “sempre foi uma referência a nível nacional no panorama taurino”.
O protocolo, segundo o autarca, “não é só exclusivamente” para a área da tauromaquia, podendo também o espaço ser palco de outros espectáculos que a empresa do Campo Pequeno queira organizar.
“O Campo Pequeno apresenta um selo de qualidade, é uma referência a nível nacional em relação ao toureio e Estremoz, ao estar ligada à empresa de Lisboa, torna-se também uma referência”, afirma.
Luís Mourinha explica que o protocolo foi celebrado por “tempo indeterminado”, cabendo ao Município fazer “anualmente” uma “análise” ao desempenho da empresa do Campo Pequeno na gestão da praça de toiros, no sentido de renovar ou não o contrato.
Durante a assinatura do protocolo, que decorreu esta segunda-feira, 7, na praça de toiros de Estremoz, a empresa do Campo Pequeno anunciou o primeiro espectáculo tauromáquico que tem agendado para aquele espaço no dia 2 de Maio.
Em praça vão estar os cavaleiros Joaquim Bastinhas, João Moura Jr. e João Maria Branco, cabendo as pegas aos Amadores de Portalegre, Monforte e de Redondo.
O festejo, agendado para as 22h00, conta ainda com a presença em praça de um curro de toiros da ganadaria Passanha, de Évora.
A centenária praça de toiros de Estremoz foi reinaugurada no dia 30 de Agosto de 2013, após concluídas as obras de reabilitação do recinto e do espaço envolvente.
A recuperação da praça foi efectuada através de um projecto inserido na parceria para a regeneração urbana da cidade de Estremoz, num investimento a rondar os dois milhões de euros.
A obra, que envolveu também a reabilitação de um troço de muralha, foi co-financiada em 80 por cento por fundos comunitários, através do programa InAlentejo.
A praça de toiros de Estremoz, com 108 anos e por onde passaram muitas figuras do toureio, esteve durante alguns anos desactivada e em estado de degradação.
O espaço foi cedido ao Município, por um período de 25 anos, gratuitamente, pela instituição proprietária, o Centro de Bem-Estar Social de Estremoz, para que a autarquia pudesse efectuar as obras de recuperação.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Escola Mário Beirão reabre em Beja

A Escola Básica Mário Beirão, em Beja, reabre esta segunda-feira, 27, para os alunos dos ensinos pré-escolar e primeiro ciclo, depois que as inundações provocadas

Role para cima