EDM investe mais 5,3 milhões em Aljustrel

EDM investe mais

A quarta empreitada de recuperação ambiental das zonas mineiras desactivadas de Aljustrel vai custar à EDM – Empresa de Desenvolvimento Mineiro 5,3 milhões de euros.
A obra, cujo concurso de contratos públicos foi lançado a 5 de Julho e prevê, numa primeira fase, intervenções nas zonas de Algares, São João e Pedras Brancas, esteve sobre a mesa durante uma reunião mantida na passada semana entre representantes da EDM e o presidente da Câmara de Aljustrel, Nelson Brito.
Fonte municipal adianta ao “CA” que durante o encontro foi igualmente discutido o conjunto de projectos que irá conduzir à constituição do futuro Parque Mineiro de Aljustrel, tendo o autarca convidado a EDM a integrar a futura entidade gestora da infra-estrutura.
O Parque Mineiro “terá como missão o aproveitamento turístico e lúdico-educativo do enorme e singular património mineiro de Aljustrel, nomeadamente através da constituição de percursos e de pontos de interesse, estando, inclusive, prevista a possibilidade de requalificar uma galeria subterrânea da mina que permitirá aos visitantes sentirem-se “na pele de um mineiro”, acrescenta a mesma fonte.
A reunião entre Nelson Brito e os responsáveis pela EDM serviu ainda para se avaliar a possibilidade de recuperação do edifício dos balneários do Malacate Viana, bem como o processo de aquisição por parte da autarquia da sede do Mineiro Aljustrelense, actualmente propriedade da EDM.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima