Duas semanas de “Arte Non Stop” em Mértola

A Câmara de Mértola promove, a partir deste sábado, 5, mais uma edição da “Arte Non Stop”, iniciativa que apresenta uma programação bastante diversificada e que assinala o 18º aniversário da Casa das Artes Mário Elias.

A iniciativa, que estava agendada para o passado mês de fevereiro mas acabou adiada para esta altura devido à pandemia, decorre até 19 de junho e tem este ano como curador o coreógrafo e bailarino Tiago Guedes, atual diretor do Teatro Municipal do Porto, concretizando, segundo a autarquia, “os princípios de uma governança colaborativa que se pretende para a cultura”.

“Este ano, o ‘Arte Non Stop’ é por isso, mais do que um evento da programação cultural local, um marco de referência no reforço e afirmação desta prioridade de especialização territorial assente na valorização da cultura como fator de coesão social e territorial”, frisa a vereadora Rosinda Pimenta, responsável pelo pelouro da Cultura na Câmara de Mértola.

De acordo com a eleita, “o enfoque” desta edição da “Arte Non Stop” vai assentar “na temática da mediação cultural”, apresentando, “além da programação cultural diversa, que abarca várias disciplinas e linguagens artísticas contemporâneas”, um  “diversificado programa de ações de mediação entre artistas convidados, organizações e personalidades locais e público”.

Por sua vez, Tiago Guedes revela que o “Arte Non Stop 2021” será “fiel ao seu código genético original”, ou seja, “um evento interdisciplinar e conectivo, construído com artistas provenientes de diversas geografias” e que “mostrarão muito mais que as suas obras”.

“Espero que a programação imaginada faça honra ao caminho que foi trilhado até aqui, um caminho de militância pelas artes, alicerçado em políticas culturais centrais para esta vila”, acrescenta o curador do evento.

Artes visuais, teatro, dança, música, circo contemporâneo, conferências, conversas e workshops são os destaques do “Arte Non Stop 2021”, que arranca oficialmente a 5 de junho (sábado), pelas 18h00.

A iniciativa prolonga-se até dia 19 de junho e no seu programa constam, entre outros espetáculos, a peça de teatro “By Heart”, do Teatro Nacional D. Maria II e encenada por Tiago Rodrigues, que sobe ao palco do cineteatro Marques Duque às 20h30 de 8 de junho.

A 10 de junho Sofia Beça apresenta a performance “Terra Abandonada”, no Centro de Agroecologia de Mértola (18h00), e a 11 de junho será a vez de Vera Mantero dar a conhecer o espetáculo de dança “Os serrenhos do Caldeirão”, no cineteatro Marques Duque (20h30).

“Caetano Veloso por Vera Mantero e Gabriel Godoi” é um dos destaques na programação para o dia 12 de junho (21h00 no auditório do castelo), enquanto que o cais do Guadiana recebe no dia seguinte, às 19h00, o espetáculo de circo contemporâneo “Por um fio”, de Daniel Seabra/ Erva Daninha. E às 20h30 de dia 18 de junho o novo Multiusos de Mértola recebe “Shostakovich Pas Deux”, de Yannick Bouquin e interpretado pela Companhia Nacional de Bailado.

O “Arte Non Stop 2021” termina a 19 de junho, dia em que se destacam dois momentos, ambos no cineteatro Marques Duque: a peça de teatro “Turma de 95”, de Raquel Castro (18h00), e o concerto de Noiserv (21h00).

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Odemira promove cidadania ambiental

Alertar as comunidades “para o problema dos resíduos”, para que os cidadãos “se tornem agentes de mudança”, é o grande objetivo do projeto “A Rua

Role para cima