Crianças de etnia cigana do Bairro das Pedreiras "distribuídas" pelas escolas de Beja

Crianças de etnia cigana do Bairro das Pedreiras "distribuídas" pelas escolas de Beja

A distribuição de 79 alunos de um bairro da comunidade cigana pelos três agrupamentos escolares do ensino básico de Beja, contestada por pais de alunos e que levou à demissão da directora de um deles, foi esta terça-feira, 12, concluída.
Trata-se da distribuição, pelos agrupamentos de Mário Beirão, Santa Maria e Santiago Maior, dos 79 alunos do bairro das Pedreiras, de comunidade cigana, que até ao último ano lectivo tiveram aulas em instalações provisórias no Regimento de Infantaria 3 (RI3) de Beja.
Em declarações à Agência Lusa, a directora do agrupamento de Mário Beirão, Dulce Alves, disse que a distribuição dos alunos do RI3 pelos três agrupamentos foi concluída na terça-feira, segundo a nova rede escolar de Beja e o que foi “acordado” em 2010 entre as escolas e a Direcção Regional de Educação do Alentejo (DREA).
A distribuição foi decidida nas reuniões entre as direcções dos agrupamentos, que decorreram na segunda e terça-feira, disse, escusando-se a indicar o número de alunos que ficou em cada um dos três agrupamentos.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima