Uma seca que deve preocupar

Quinta-feira, 11 Maio, 2017

Carlos Pinto

director do correio alentejo

Há três anos que chove abaixo do que é normal. Uma situação que muitos não lamentam, mas que deve preocupar a todos. E o caso não é para menos: sem chuva o volume de armazenamento de água nas barragens cai para níveis preocupantes e nos campos a terra quase que “morre à sede”, com todos os prejuízos que isso acarreta para as actividades agrícola e pecuária.
Este grave problema sente-se de forma ainda mais aguda no Baixo Alentejo, em particular em territórios como o Campo Branco, longe de Alqueva e sem grandes fontes de água além dos (fracos) caudais de ribeiras e das “benesses” de São Pedro. É por isso que o anúncio recente, por parte do ministro da Agricultura, de estar a ser criada uma equipa inter-ministerial para acompanhar a evolução da situação de seca em Portugal e equacionar as medidas que se revelarem necessárias constitui uma boa notícia.
Mas o que seria, efectivamente, uma excelente novidade seria o alargamento do projecto do Alqueva a esta zona sul do distrito. Agricultores, dirigentes associativos e agentes políticos já o defenderam publicamente. E parece por demais óbvio que este terá de ser o caminho a seguir. Seja para proporcionar a estes territórios a garantia de água em quantidade para as suas necessidades, seja para proporcionar uma situação de igualdade entre alentejanos e, simultaneamente, possibilitar novas oportunidades à lavoura local.

Parabéns ao campeão!
O FC Castrense acaba de se sagrar campeão distrital… mais uma vez! Um título suado, que só chegou na última jornada e depois de ultrapassados alguns escolhos. Mas inteiramente merecido por parte da única equipa que sempre assumiu esta conquista como a sua grande prioridade. Os parabéns aos campeões!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Em Destaque

Últimas Notícias

Role para cima