Honra e… responsabilidade

Quinta-feira, 7 Novembro, 2019

Carlos Pinto

director do correio alentejo

Pedro do Carmo, deputado do PS eleito por Beja, acaba de ser eleito presidente da Comissão Parlamentar Permanente de Agricultura e Mar para a presente legislatura (2019-2023). Salvo qualquer lapso de memória, trata-se da primeira vez, no pós-25 de Abril, que um deputado eleito pelo distrito lidera uma comissão parlamentar, ainda para mais uma que tanto diz respeito a esta região, onde o sector primário continua a ser determinante na economia local (seja a agricultura no interior e litoral, sejam as pescas mais no litoral).
As comissões parlamentares permanentes são órgãos da Assembleia da República com competências específicas em razão da matéria. No caso da Comissão de Agricultura e Mar, a sua “área de jurisdição” abrange, entre outras, a agricultura, a pecuária, as pescas, a agro-indústria, a alimentação, o desenvolvimento rural, a silvicultura e florestas, ou os incêndios florestais. Por isso mesmo, ser um baixo-alentejano a dirigir os trabalhos deste órgão é uma grande honra.
Mas sob os ombros de Pedro do Carmo recai também uma elevada dose de responsabilidade, sobretudo por o Mundo Rural ter entrado de novo na “agenda política”, seja pela questão das alterações climáticas e a mitigação dos efeitos da seca, pelas novas realidades agrícolas ou pelas tradições associadas aos territórios do interior.
O desafio é enorme e, nesse sentido, espera-se que Pedro do Carmo esteja à altura das exigências. O seu papel (e desta comissão permanente) será fundamental ao longo de uma legislatura em que todas estas questões serão, seguramente, debatidas no Parlamento. E tudo o que aí for decidido terá efeitos profundos no nosso Mundo Rural.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Em Destaque

Últimas Notícias

Role para cima