Cooperação e dinamização de novos produtos

Quarta-feira, 9 Janeiro, 2013

Ceia da Silva

presidente da ER Turismo do Alentejo

Ao iniciarmos um novo ano importa salientar duas questões sobre as quais devemos refletir:

– a necessária e óbvia cooperação como fator determinante em 2013 e uma nota sobre a criação de novos produtos e o acompanhamento dos mercados.

Num ano de conjuntura difícil para além das dinâmicas inovadoras, de capacidade de trabalho redobrado, é fundamental que sejamos capazes de nos unir e de ser fortemente cooperantes e de trabalhar em rede.

Não podia deixar de colocar-me a mim próprio e a toda a nossa estrutura à disposição de todos os agentes do setor, quer no sentido de encontrar as melhores soluções para os problemas que surgem quotidianamente, quer para sermos um parceiro atento, próximo e sempre com a máxima disponibilidade para colaborar e estar sempre ao lado dos empresários e autarquias num ano que não será fácil.

A segunda nota é, para além de reflexão, claramente de elogio a alguns hoteleiros da nossa Região, pela sua capacidade prospetiva.

Sem produtos não pode haver procura, sem iniciativa não podemos captar mercado sem olharmos para as mudanças das dinâmicas de mercado, não encontraremos as respostas para aumentar os níveis do negócio.

Quando o diretor do Évora Hotel, Miguel Breyner lançou há três anos pacotes de Natal, parecia que estava fora do contexto e queria “americanizar” a nossa oferta.

Nada mais errado, ele adivinhou o futuro e foi bem acompanhado por outras unidades e neste Natal os pacotes criados foram um sucesso, até sem programa o Hotel de Arronches teve 16 quartos alugados – verdadeiramente impensável há dois anos atrás.

Mas para isso é necessário criar o produto, marketizá-lo, promovê-lo e, claramente, inovar.

Se ficarmos à espera numa atitude passiva obviamente que o resultado nunca pode ser invertido.

Queria assim deixar, para além de uma palavra de apoio, uma palavra de esperança e de felicitações àqueles que continuam sempre na primeira linha do desenvolvimento de novos produtos.

Essa é a resposta, a única resposta para ultrapassar as dificuldades.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Em Destaque

Últimas Notícias

Role para cima