Castro Verde: Projecto do Jardim do Padrão pode ser revisto

Castro Verde: Projecto do

O presidente da Câmara de Castro Verde garante que a autarquia está totalmente aberta a “rever, corrigir, acrescentar e melhorar o projecto” de requalificação urbana previsto para o Jardim do Padrão, no centro da vila. A posição de António José Brito surge na sequência da apresentação e discussão pública dos projectos de requalificação do Jardim do Padrão e do eixo Largo Vítor Prazeres/Rua António Francisco Colaço.
“Se no caso do Largo Vítor Prazeres/Rua António Francisco Colaço parece consensual a qualidade e necessidade da solução, para mais consolidada com a criação de um parque de estacionamento na Rua do Santo (cerca de 60 lugares!), no caso do Jardim do Padrão há uma expressiva manifestação de desconforto e até oposição à ideia proposta”, admite o autarca castrense.
Segundo António José Brito, a solução apresentada para o Jardim do Padrão “não é definitiva nem isso faria sentido” e, por isso, a autarquia está totalmente aberta “a rever, corrigir, acrescentar e melhorar o projecto”.
“Depois dos contributos dados na consulta pública e após ouvir atentamente as pessoas e os seus sentimentos, não teremos a leviandade de fazer da democracia participativa algo que é muito bonito para apregoar e, depois, raramente ter consequências. Pode ter sido assim para outros mas, para nós, a vontade das pessoas conta e teremos sempre a humildade de ouvir com atenção e respeitar”, garante.
António José Brito reitera ainda que o objectivo da Câmara de Castro Verde é “ter um Jardim do Padrão consensual”. “Com um resultado onde a expressiva maioria dos Castrenses se reveja, porque preserva a memória e valoriza os nossos sentimentos. Mas também porque acrescenta valor e qualidade urbana ao nosso Jardim do Padrão. Esse será o caminho”, conclui.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima