Câmara de Aljustrel prepara maior investimento de sempre na Educação

A Câmara de Aljustrel prepara-se para avançar com o seu “maior investimento de sempre” na área da Educação, num montante total superior a mais de oito milhões de euros para ampliar o Centro Escolar Vipasca e requalificar a Escola Secundária, ambos na vila “mineira”.

Segundo adianta ao “CA” o presidente da autarquia, Carlos Teles, “a ampliação do Centro Escolar terá um investimento de mais de três milhões de euros e a requalificação da Escola Secundária de Aljustrel de mais de cinco milhões de euros”. “Trata-se, por isso, do maior investimento de sempre, realizado nesta área, em Aljustrel”, afiança.

A empreitada no Centro Escolar Vipasca, onde funciona o pré-escolar e o primeiro ciclo do ensino básico, irá avançar já no verão, durante a pausa letiva que se aproxima, “com a demolição do antigo Bloco C”, explica o autarca.

“Vamos aproveitar esta época, em que as crianças estão de férias, para realizar as operações que implicam maiores constrangimentos e até por uma questão de segurança”, justifica Carlos Teles.

A obra irá continuar a decorrer ao longo do próximo ano letivo de 2024-2025, “pelo que vamos todos ter de nos adaptar”, continua o edil aljustrelense, acrescentando: “Mas será por um excelente motivo e por algo que há muito já esperávamos poder concretizar”.

Relativamente à requalificação da Escola Secundária, Carlos Teles explica tratar-se de um projeto já candidatado ao Programa de Recuperação/Reabilitação de Escolas para Modernização de Estabelecimentos Públicos de Ensino dos 2.º e 3.º Ciclos e Secundário, no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

“Estamos confiantes que esta nossa candidatura seja aprovada, até porque a intervenção necessária na Escola Secundária de Aljustrel foi classificada pelo Governo como ‘urgente’”, frisa o eleito, sublinhando que o apoio comunitário será “fundamental para que esta obra se realize e o quanto antes”.

“Herdámos, aquando da transferência de competências [do Estado] para a autarquia, um parque escolar altamente degradado e queremos melhorá-lo, porque apostamos fortemente na melhoria da qualidade do ensino no nosso concelho”, diz Carlos Teles

A par das empreitadas de ampliação do Centro Escolar Vipasca e da Escola Secundária, a Câmara de Aljustrel está igualmente a desenvolver o projeto de remodelação da Escola Básica 2,3 Dr. Manuel de Brito Camacho.

Investimentos que a autarquia quer concretizar por ter na Educação “uma área prioritária”, afiança o presidente ao “CA”.

“Herdámos, aquando da transferência de competências [do Estado] para a autarquia, um parque escolar altamente degradado e queremos melhorá-lo, porque apostamos fortemente na melhoria da qualidade do ensino no nosso concelho”, diz Carlos Teles.

O eleito frisa ainda que as crianças e jovens, “bem como a restante comunidade educativa, têm o direito a uma escola que responda aos desafios atuais”. “É nisso que estamos empenhados”, diz.

O presidente da Câmara de Aljustrel revela ainda que a ampliação do Centro Escolar Vipasca decorre também do facto do atual edifício “já não dar resposta à quantidade de alunos inscritos”.

“Temos mais crianças a frequentar as nossas escolas e isso é um bom indicador. Significa a fixação de mais população no nosso concelho. A ampliação do Centro Escolar Vipasca era, assim, uma necessidade que já estava identificada por nós e que agora vai ser uma realidade”, conclui.

Partilhar

Facebook
Twitter
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima