Câmara de Aljustrel com situação financeira estável

Câmara de Aljustrel com

A dívida da Câmara Municipal de Aljustrel diminuiu 15% nos últimos quatro anos e a situação financeira da autarquia “é estável”, garante o presidente Nelson Brito.
Em declarações ao “CA”, o autarca socialista explica que a adesão do Município a um segundo tipo de PAEL – Programa de Apoio à Economia Local teve por objectivo “colmatar” a dívida a curto-prazo e “ganhar maior estofo” para fazer face à Lei dos Compromissos.
“O Município de Aljustrel honra os seus compromissos, com muito esforço, e vai pagando à medida que é permitido. E temos uma situação financeira estável”, sublinha o autarca eleito pelo PS, lembrando que os cortes nas transferências do Estado para a Câmara já representam cerca de menos 1,6 milhões de euros por ano.
Ainda assim, garante Nelson Brito, “continuamos a ter na nossa visão para o concelho medidas sociais e intervenções junto dos mais carenciados, dos que menos têm e são mais vulneráveis”.
O autarca não esconde ainda a sua preocupação com os sucessivos encerramentos de serviços no concelho.
“Não podem o Município de Aljustrel nem o Alentejo andar a pedir investimento em várias áreas e depois haver um Estado que nos retira aquilo que os investidores gostam, que é ter os serviços próximos, que é ter serviços de saúde, fiscais, sociais, de segurança”, argumenta, garantindo que a área da saúde é uma das suas maiores preocupações.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima