Bejenses vão "assaltar" comboio para manter Intercidades para Lisboa

Bejenses vão "assaltar" comboio para manter Intercidades para Lisboa

A Associação de Defesa do Património de Beja (ADPB) promove esta quarta-feira, 26, aquele que apelida de "maior assalto da história da cidade".
A iniciativa, agendada para as 19h30 na estação de caminhos-de-ferro de Beja, vai encenar o assalto a um comboio, de modo a "alertar e sensibilizar toda a comunidade para uma situação a todos os níveis insustentável e lesiva dos legítimos interesses dos baixo-alentejanos".
Em causa está a intenção da CP em acabar, a partir do mês de Maio, a ligação directa por comboio de Beja a Lisboa, com a extinção do Intercidades entre ambas as localidades.
Também a Assembleia Municipal de Beja reúne esta quarta-feira, pelas 21h00, no auditório da Biblioteca Municipal, numa sessão extraordinária agendada pelo presidente Bernardo Loff para debater e analisar "as intenções da CP referentes às ligações ferroviárias para Beja".
Entretanto, o deputado do PSD Luís Rodrigues anunciou que vai questionar o Governo sobre a falta de requalificação e electrificação no troço para Beja da linha ferroviária do Alentejo, depois de a REFER garantir que essa intervenção nunca esteve nos seus planos.
Em declarações à Agência Lusa, o parlamentar adiantou que, “ao contrário daquilo que alguns responsáveis do PS têm vindo a dizer, a administração da REFER diz que a obra nunca esteve nos seus planos, nem lhes foi dada essa orientação”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima