ZMar assina protocolo com a Quercus e aposta na conservação e recuperação de ecossistemas

ZMar assina protocolo com a Quercus e aposta na conservação e recuperação de ecossistemas

A conservação e valorização de lagoas temporárias ou a criação de micro-reservas para proteger flora endémica são dois dos investimentos previstos na costa sudoeste, numa parceria da Quercus com o complexo turístico ZMar, no concelho de Odemira.
O investimento do ZMar Eco Campo Resort & Spa na conservação e recuperação de ecossistemas na costa sudoeste está previsto num protocolo, a assinar esta terça-feira, 5, entre a associação ambientalista Quercus e o projecto turístico.
O protocolo, revelou hoje a Quercus, visa implementar os Compromissos pela Biodiversidade e de Redução da Pegada Ecológica.
Localizado na zona de Zambujeira do Mar (Odemira), na fronteira com Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina (PNSACV), o parque de campismo ZMar compromete-se a “implementar um plano de redução que visa a melhoria contínua” da biodiversidade.
A promoção da eficiência dos recursos e das energias renováveis e o investimento em “capital natural”, para preservar espécies e habitats ameaçados na costa sudoeste, são os objectivos traçados.
“O Zmar assume voluntariamente o compromisso de redução do seu impacte ambiental e o dever de cuidar da atmosfera, da hidrosfera e da biodiversidade”, afirma o complexo turístico.
A empresa prevê investir, por exemplo, na conservação e valorização das lagoas temporárias e na criação de micro-reservas para a conservação da flora endémica da costa sudoeste.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima