Visita aos charcos temporários em Milfontes

A Câmara de Odemira promove neste sábado, 30, pelas 10h00, uma visita ao Centro Interpretativo dos Charcos Temporários Mediterrânicos do Sudoeste Alentejano, localizado junto à praia do Malhão, na freguesia de Vila Nova de Milfontes.

A iniciativa será dinamizada por Cristina Baião, da Universidade de Évora, e está integrada no programa “Bandeira Azul 2022”, que este ano o tema “Recuperação de Ecossistemas”.

Segundo a autarquia, os charcos temporários mediterrânicos “são um habitat natural muito ameaçado, devido à sua fragilidade ecológica e desconhecimento do seu valor natural, sendo na costa sudoeste que se encontram alguns dos principais núcleos de charcos temporários a nível nacional”.

No mesmo dia, e igualmente no âmbito do programa “Bandeira Azul”, a zona do portinho de pesca do Canal, em Vila Nova de Milfontes, recebe, a partir das 14h30, a ação de educação ambiental “Vamos proteger a flora nativa?”, sobre flora nativa e a flora invasora.

De acordo com a Câmara de Odemira, a iniciativa tem em vista a “sensibilização para o problema das invasões biológicas” causadas por espécies “como a acácia, mimosa, canas ou o chorão-da-praia”, que, “sendo oriundas de outras regiões, instalam-se em determinadas regiões, proliferando e ameaçando as espécies nativas e o equilíbrio dos ecossistemas que ocupam”.

Esta atividade resulta de uma parceria entre a Câmara de Odemira, o Clube Ciência Viva da Escola Secundária de Odemira e Associação Rota Vicentina.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima