UÉvora premeia ex-aluno de Almodôvar

UÉvora premeia

A Universidade de Évora (UÉvora) atribuiu o Prémio “Carreira Alumni 2020” a José Carlos Adão, natural de Almodôvar e antigo da licenciatura em Ensino Português e Inglês na instituição.
José Carlos Adão exerce actualmente funções de adjunto da coordenação do ensino de Português na área de Newark, nos EUA, “onde se tem destacado na coordenação do ensino de Português nas escolas comunitárias e apoiado o ensino na rede pública e universitária”, revela a UÉvora em comunicado.
Formado em Ensino de Português e Inglês pela UÉvora, José Carlos Adão chegou a ser o melhor aluno do seu curso e iniciou a sua carreira em 2002, como professor de Português e de Inglês nas escolas secundárias de Alcácer do Sal e de Estremoz.
Depois rumou até Tirmor-Leste, para ser formador de Língua Portuguesa junto do Parlamento Nacional local até 2006, daí seguindo para a África do Sul, onde entre 2007 e 2008 exerceu funções docentes na Rede de Ensino Português e foi professor de Apoio Pedagógico nas áreas consulares de Durban, Joanesburgo e Pretória.
Entre 2009 e 2012 José Carlos Adão esteve de novo em Portugal, como professor de Inglês, Espanhol e Formação Cívica em Aljustrel.
Em Outubro de 2018 regressou, ao abrigo de um protocolo entre o Instituto Camões e o Ministério das Relações Exteriores do Brasil, ao ensino de português na Escola Internacional das Nações Unidas, em Nova Iorque.
Desde então, sublinha a UÉvora, “tem promovido novos métodos de relação e de trabalho” entre as escolas Associativas e comunitárias da área de Nova Iorque e o Instituto Camões, “tendo valorizado a qualidade do ensino com a sua participação no estabelecimento de memorandos de wntendimento entre a City University of New York e o Camões I. P., com o objectivo de melhorar a relação de cooperação internacional e de trabalho entre as duas instituições”.
O contributo de José Carlos Adão para a divulgação e promoção da língua portuguesa nos EUA foi distinguido novamente com a organização do Dia Internacional da Língua Portuguesa e da Cultura na CPLP, que decorreu nos jardins das Nações Unidas e contou com a presença de várias entidades, nomeadamente o secretário-geral da ONU e a secretária-executiva da CPLP.
O “Prémio Carreira Alumni” da UÉvora atribui anualmente uma distinção que visa reconhecer um diplomado/a que se tenha destacado “pela sua carreira profissional e cívica” e que, “sendo uma referência para os seus pares e para a sociedade, contribua para a consolidação da imagem” da Universidade “enquanto instituição de ensino de referência”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima