Turismo do Alentejo indignada com concurso “7 Maravilhas da Gastronomia”,

Turismo do Alentejo indignada com concurso “7 Maravilhas da Gastronomia”

A Turismo do Alentejo exprimiu hoje o seu protesto e indignação pela “desclassificação” da gastronomia alentejana no concurso “7 Maravilhas da Gastronomia”, lamentando a presença de uma única receita da região na fase final da iniciativa.
Em comunicado enviado à Agência Lusa, a Entidade Regional de Turismo (ERT) do Alentejo lamentou “a desclassificação sofrida pela gastronomia alentejana” no concurso “7 Maravilhas da Gastronomia”, já que, “na fase anterior, a região dominava a lista das receitas pré-selecionadas”.
Era “expectável que na lista das 21 finalistas a proporção de pratos oriundos da região fosse idêntica ou, ainda que inferior, nunca reduzida à sua expressão mínima, como veio a suceder”, pode ler-se no documento.
Ao invés, a Turismo do Alentejo constata que “outras regiões de peso gastronómico indiscutivelmente inferior mantiveram ou reforçaram a proporção da sua representatividade na lista das 21 finalistas, facto que é difícil de compreender”.
Contactado pela Lusa, o presidente da Turismo do Alentejo, António Ceia da Silva, mostrou-se “desiludido e indignado” com a classificação no concurso, contrapondo que o Alentejo é conhecido por ser “a região do país onde se come melhor, que tem a cozinha mais rica e onde a gastronomia mediterrânica tem mais expressão”.
“Somos uma referência, em termos gastronómicos, para os cidadãos portugueses, mas no concurso ‘7 Maravilhas da Gastronomia’ só temos um prato nos 21 finalistas”, condenou António Ceia da Silva.
Considerando que a classificação no concurso “não dignifica em nada a gastronomia nacional e muito menos a alentejana”, o mesmo responsável reiterou que a iniciativa não merece “qualquer tipo de crédito” por parte da Turismo do Alentejo.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima