Troia é “Vilamoura dos tempos modernos”, afirma presidente da Turismo do Alentejo

Troia é “Vilamoura dos tempos modernos”

O presidente da Turismo do Alentejo apelidou a Península de Troia como a “Vilamoura dos tempos modernos” no panorama turístico português, destacando a sua “qualidade” e o desenvolvimento que vai criar na região.
“É a Vilamoura dos tempos modernos no panorama turístico português e não tenho dúvidas de que será uma grande aposta de qualidade”, disse António Ceia da Silva, em entrevista à agência Lusa.
Para o responsável, a Península de Troia “irá trazer atrás de si desenvolvimento global de todo o território do Alentejo, porque toda a região (distritos de Portalegre, Évora e Beja) irá beneficiar pelo facto de poderem vir turistas atraídos pela qualidade das praias do Alentejo”, sublinhou.
O presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo considera que o litoral alentejano tem, actualmente, na Península de Troia, um “destino turístico de excelência”.
“A Península de Troia tem hoje uma qualidade fantástica e terá que ser considerada, desta forma, um destino turístico de excelência”, declarou.
Considerada por Ceia da Silva como uma das “grandes apostas para este verão” por parte da entidade que tutela, a Península de Troia tem ainda outras valências para serem exploradas, uma vez que a região “não se esgota no mar”.
“A Península de Troia tem uma qualidade de oferta muito considerável, tem uma beleza paisagística enorme, não se esgota no mar”, afirmou.
Para sustentar estas afirmações, o presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo sublinhou que a Península de Troia possui ainda “ruínas romanas, campo de golfe, uma potencialidade enorme para desportos náuticos e observação de golfinhos”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima